Sobre Sérgio Costa

Bacharel em Ciências Sociais pela UFC e em Comunicação Social (Publicidade e Propaganda) pela Fanor/DeVry. Publicitário por profissão, empresário por coragem e guitarrista por atrevimento. Apaixonado incurável por música, literatura, boas cervejas, boas conversas, viagens inesquecíveis e grandes ideias. Escreve quinzenalmente sobre música para a coluna Notas Promissoras do portal Segunda Opinião.

Libélula

A morte, ela transforma.
Faz a carne voltar ao Verbo,
Todo sonho verter ao pó.
Faz da gente, que ficou pra contar história,
Do destino um pequeno detalhe,
Tola criança com medo de dormir só.
É atrevida, um agridoce desatino!
Deixa vinco fundo em página marcada,
Silêncio amargo

black-pumas-duo

O PODEROSO rugido SOUL do BLACK PUMAS

A ascensão da música negra americana no raiar do século passado deu luz a imprescindíveis novos estilos que contribuíram eternamente com a arte dos sons como um todo. Mais que isso, foram bandeira política e transformadora da sociedade em momentos

Qual o teu tom, 2021?

Abre-se o prelúdio de mais um ano. Os primeiros acordes do novo ciclo – ainda saídos de uma harmonia muito tensa – deixam para trás uma sequência de 365 notas em sua grande maioria bastante dissonantes, amargas de se ouvir