Sobre Jessika Sampaio

Curiosa, tagarela, viajante, feminista, caótica e contraditória. Ignorante sobre quase tudo e em constante aprendizado sobre o vazio da existência. Além de ser bicho humano, já atuei como jornalista, radialista, assessora de imprensa e de comunicação, coordenadora de comunicação e em lutas ambientais e LGBTQIA+. Em processo de aceitação da escritora que grita aqui dentro.

Amor em tempos de isolamento

—Aii!
Sinto aquela pontada pertinho do útero no meu lado esquerdo. 
– Eu sabia que estava ovulando! Esse tesão todo não viria do nada.
Bem que as vezes vem, mas esse era prenunciado pelo período fértil.
A dor traz um lembrete que nessa época

Distorção

Todas aquelas pessoas ainda vivem em mim
Apontando, rindo e julgando
Aquela é velha, a outra é gorda
.
Gorda | Desleixada.
.
Gorda | Porca.
.
Gorda | Nenhum homem quer.
.
Gorda | Não consegue nem trabalho.
.
Gorda | Imunda.
.
Como fez isso consigo?
.
Aos 7 aprendia; aos 9 aprendia;

Fabril

O tempo passa tão rápido.
Sinto que os dias são cada vez mais curtos ou será que eu que sou lenta?
Quando percebo estou a mil. O coração, a respiração e a cabeça. Se paro um pouco logo penso: tempo perdido,

Represa

Ao longo dos anos construí em mim uma represa que foi necessária por um tempo. No entanto, hoje, vejo que as águas paradas e sem uso se tornaram densas e sufocantes. A cada estação em que a correnteza precisava seguir

Benfique-se

Quantos e quantos amores eu tive/tenho em/por Fortaleza? Olha, entre pessoas, lugares, experiências e relances, acho que eu teria que viver mais duas vidas para contar tudo. No entanto, minha memória é péssima, o que provavelmente é aliviante, para você,

E se Fortaleza fosse outra cidade?

Lá se vem o cabra sem medo. Voltou para região que tem um forte com um nome que ninguém pronunciava, não por ser inominável, mas por ser difícil – o tal Schoonenborch.  Todos da aldeia estavam ali parados olhando pro

São Sebastião

Acolho os desejosos por tapioca, buchada, sarrabulho e cuscuz, quem vêm a mim antes da badalada das 6h da manhã e antes de deitarem em suas camas e finalmente gozarem o sono dos que aproveitam a noite.
Recebo em minhas madrugadas