Sobre Heliana Querino

Heliana Querino - jornalista, escritora, pesquisadora, coordenadora de Cultura em SegundaOpinião.jor Um cronópio num mundo repleto de Famas. Metade de minha alma tem quinze, a outra, duzentos anos.

Desviando T.S.Eliot ou abril despetalado

Abriu a página do jornal
abril quatrocentos mil
Abriu lacuna
em desolado abril
E à tarde no Brasil, a noite dorme sem nenhuma paz
Abril, adormecido acordado, fatigado, ao nosso lado alguém jaz
enquanto no Planalto há um capataz
O enterro dos mortos, escreveu Eliot, “Abril é

Mais uma vez, Os Clássicos

 
Escrevi várias vezes nesta minha coluna sobre o prazer que tenho em ler os chamados “clássicos” da literatura. Não, portanto, o último romance, não aquele romance sobre o qual “todos” estão falando (na medida em que ainda estamos falando de

De Licânia a Mossoró, o perfil de um contador história

O nosso primeiro entrevistado do ano é um‌ ‌contador‌ ‌de‌ ‌histórias que poetiza‌ ‌porque‌ ‌precisa‌ ‌de‌ ‌tal‌ ‌prática‌ ‌para‌ ‌irrigar‌ ‌o‌ ‌seu‌ verbo,‌ ‌tornando-o‌ ‌mais‌ ‌humano,‌ ‌lírico‌ ‌e‌ ‌solidário. ‌Clauder Arcanjo é escritor, membro da Academia de Letras do Brasil.

Maílson Furtado, brincante dos dias, transeunte desta vida

é novembro / e folhas enfeitam o chão / depois de seu ballet
                      n
                         o
                             ar
                outras brotam…”
 
é novembro e o Perfilhq traz Maílson Furtado, um sertanejo. Filho de seu Rodrigues, e pai do ‘nando. Brincante dos dias e transeunte desta