PALAVRAS CRAVADAS PELOS JOVENS

Há uma luta ferrenha em andamento, pelo retorno do Brasil à democracia, golpeada em 2016 e recentemente militarizada com a chegada do capitão Jair ao poder executivo federal.

Para o incômodo de muitos reacionários e oportunistas (civis e militares), está liderando todas as pesquisas de intenção de voto em 2022 aquele político que teria sido o campeão na eleição passada, mas que foi criminosamente retirado do pleito pela ação político-partidária das Forças Armadas sobre o Supremo Tribunal Federal (STF), reunido em sessão plenária no dia 3 de abril de 2018, quando o general Villas Bôas influiu decisivamente com seu twitter ameaçador, juntamente com o “lawfare” do ex-juiz suspeito Sérgio Moro (vulgo Russo no submundo jurídico) e o conluio da Rede Globo com a mídia corporativa, numa perseguição política implacável ao maior líder nacional, o ex-presidente da República, por dois mandatos, Luiz Inácio Lula da Silva.

Na análise do presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB), o pernambucano Carlos Siqueira, “o momento não é para brincadeira”. Siqueira é muito claro e seguro em seu posicionamento: “Nós do partido socialista já estabelecemos o alvo a ser atingido: Jair Bolsonaro, um fascista no poder. Por isso, qualquer coisa diferente disso representa fugir do alvo. Acho que Ciro Gomes erra quando faz ataques ao ex-presidente Lula. E a gente tem que ter clareza: o inimigo da democracia se chama Jair Bolsonaro. Eu discordo inteiramente de Ciro. Não estamos num momento de ter brincadeira. Precisamos levar a sério a ameaça que estamos sofrendo”, disse o presidente nacional daquele partido.

Esse alerta de Siqueira parece que ainda não encontrou eco em algumas instâncias e nos importantes quadros do Partido dos Trabalhadores cearense, a julgar pelo silêncio omisso diante dos ataques sistemáticos perpetrados pelo politico de Sobral ao presidente Lula. Por exemplo, em vídeo recente, publicado no dia 13 julho, ele compara Lula a um “palhaço”. Mas até o presente momento, nem o Diretório Estadual do PT, como também o governador do Estado, não responderam a altura e com clareza, a exemplo do posicionamento decidido de Carlos Siqueira ao considerar uma brincadeira os continuados ataques do político sobralense.

Isso nos leva a uma das questões finais que apresentamos em nossa pesquisa aos jovens, conforme já anotamos em nossos dois últimos artigos aqui publicados, “Conversando com a juventude cearense” e “Outras notícias da juventude”. Tratou-se de solicitar-lhes expressarem em “uma única palavra” representativa a figura do presidente Lula dentro desse contexto eleitoral já em andamento.

Alegria, Esperança, Felicidade, Compromisso, Liberdade, Libertação, Igualdade Social, Oportunidades, Alimentação, Educação, Avanço, Melhoria, Renascimento, Transparência, Salvação do Brasil, Atenção pelos pobres. Palavras cravadas pelos jovens sobre o retorno de Lula à presidência do Brasil.

Um detalhe importante a ser registrado é que as e os jovens pesquisados, ao expressarem essas palavras, transmitiam em seus semblantes como também em suas vocalizações um ânimo entusiasmado, energizado, manifestando uma forte expectativa diante da possibilidade do retorno de Lula no comando nacional.

De fato, palavras como estas são capazes de gerar uma nova carne ao tecido social brasileiro, estraçalhado pela violência simbólica e real, colocada em movimento, a partir da chegada do bolsonarismo ao poder.

Palavras cravadas pela juventude, capazes de integrar a energia do povo brasileiro para barrar o avanço do autoritarismo. Porque, como bem lembrou Carlos Siqueira, o momento não é para brincadeira.

Alexandre Aragão de Albuquerque

Mestre em Políticas Públicas e Sociedade (UECE). Especialista em Democracia Participativa e Movimentos Sociais (UFMG). Pesquisador do Grupo Democracia e Globalização (UECE/CNPQ). Autor dos livros: Juventude, Educação e Participação Política (Paco Editorial); Para entender o tempo presente (Paco Editorial); Uma escola de comunhão na liberdade (Paco Editorial); Fraternidade e Comunhão: motores da construção de um novo paradigma humano (Editora Casa Leiria) .

Mais do autor

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.