DESOLAÇÃO

Havia água no meio do caminho
Havia água por todo lado
Meu coração desolado
Mágoa deságua

O cavalo sobre um metal
Um pedaço de teto ?
O próximo instante é o final?
Pode ser fatal
Meu coração desaba
Deságua letal

O cavalo espera
Quimera
A mãe, o filho, o mundo espera
A era, a hora da salvação
Enquanto as águas devoram
Alguns choram, oram, imploram

Aprenderemos?

10/05/2024
Dora de Paula

Dora de Paula

Maria Auxiliadora de Paula Gonçalves Holanda, doutora em educação-UFC, mestre em Educação-UnB, Arteterapeuta- Instituto Aquilae, escritora e compositora.

1 comentário