Causa do sofrimento humano

A terra foi e sempre será um paraíso. Infelizmente, ela se torna um inferno para os ciumentos, os avarentos, os invejosos, porque, em sua cobiça desenfreada pelo poder da fama e da glória, ficam aprisionados a essas ilusões mentais e entram em estado tenebroso de misérias e infortúnios.

O Homem Superior é simples e modesto, o pouco lhe satisfaz, suas necessidades quotidianas são as mínimas possíveis, uma vez que seus desejos estão sob controle mental. Uma disciplina austera o leva à felicidade plena. Sua paciência com relação a tudo que observa no macrocosmo e microcosmo o torna um humano destituído do Ego, condicionando-o a um profundo equilíbrio espiritual. Essa é a grande diferença entre o antigo homem doente, imoral e preconceituoso  e o Homem Superior, na Nova Aurora que está surgindo.

Sei que breve não haverá na terra espaço para o egoísmo e para a maldade. O crepúsculo da Nova Civilização abolirá o mundo do trabalho alienado, da tortura quotidiana em que o velho homem ainda está inserido.

São as paixões desenfreadas que trazem os sofrimentos. O Homem tolo deseja o ouro e, não podendo tê-lo, entra num padecimento profundo. Outros, não possuindo um aprendizado moral e espiritual adequados, observam os que praticam a orgia e passam a invejá-los por não poder praticá-las. A maior parte dos sofrimentos humanos provém do Ego, que existe no interior da mente. Um Homem Superior está destituído do Ego. Assim, dificilmente sofrerá por motivos frívolos como: roupas, ouro, jóias, emanações, mulheres em demasia, bens incalculáveis. Isso não significa que não possa possuir tais coisas, mas o importante é não deixar que essas coisas, o dominem.

Marcos Abreu

Marcos Abreu

Poeta, Escritor, Declamador de Poesias, interprete do cancioneiro em MPB e outros gêneros; cronista, contista, romancista. Nascido em Fortaleza-Ceará é autor das seguintes obras: "Poesias de um Poeta Louco"(1995), " Nas Teias da Poesia" (1997)-Editora Passárgada- Pernambuco-Recife "Retalhos Poéticos" Poesia Livro-2000 Cordéis Publicados: " A Revolução Humana" publicado pela Fraternidade Arte e Cultura-2011 " O Rouxinol e a Rosa" Literatura Infantil- Editora Flor da Serra-2016 " A Coisificação da Sociedade na pós-modernidade" " Versos de Ouro" Fecomércio-Senac-Sesc-IPDC Antologias: Poetas da Praça do Ferreira-Editado Pela BSG-Bureau de Serviços Gráficos-Editor- Márcio Catunda-2018 "Amor Música e Poesia" Editor: Antonio Pompeu. Romances: " O Louco e o Estado-Expressão Gráfica-Fortaleza-2019-Edição e Prefácio-Dimas Macedo

Mais do autor

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.