Sobre Marcos Abreu

Poeta, Escritor, Declamador de Poesias, interprete do cancioneiro em MPB e outros gêneros; cronista, contista, romancista. Nascido em Fortaleza-Ceará é autor das seguintes obras: "Poesias de um Poeta Louco"(1995), " Nas Teias da Poesia" (1997)-Editora Passárgada- Pernambuco-Recife "Retalhos Poéticos" Poesia Livro-2000 Cordéis Publicados: " A Revolução Humana" publicado pela Fraternidade Arte e Cultura-2011 " O Rouxinol e a Rosa" Literatura Infantil- Editora Flor da Serra-2016 " A Coisificação da Sociedade na pós-modernidade" " Versos de Ouro" Fecomércio-Senac-Sesc-IPDC Antologias: Poetas da Praça do Ferreira-Editado Pela BSG-Bureau de Serviços Gráficos-Editor- Márcio Catunda-2018 "Amor Música e Poesia" Editor: Antonio Pompeu. Romances: " O Louco e o Estado-Expressão Gráfica-Fortaleza-2019-Edição e Prefácio-Dimas Macedo

Entre as trevas e a luz

Certa mulher foi até um sábio e lhe disse: Tenho vivido momentos de trevas, meu marido está desempregado, está vendendo tudo dentro de casa, para se drogar, meus filhos estão vivendo nas ruas, nem alimento temos em casa, tudo está

Causa do sofrimento humano

A terra foi e sempre será um paraíso. Infelizmente, ela se torna um inferno para os ciumentos, os avarentos, os invejosos, porque, em sua cobiça desenfreada pelo poder da fama e da glória, ficam aprisionados a essas ilusões mentais e

Um breve olhar no futuro

O nosso futuro estará mesmo dentro de um simulacro, como afirmam os que se dedicam ao estudo da (simulation hypothesis) hipótese da simulação? Esses alegam que é provável que estejamos vivendo uma vida simulada. Chegam a afirmar que coisas simples

Poema natalino

Nesse Natal de harmonia,
E de muita emoção,
Que todos os seres humanos,
Tenham paz no coração.
Ouçam a grande sinfonia,
Que os Anjos tocam do Céu,
Dizendo que levarão
Os puros de coração
Pra terra do leite e mel.
E que Jesus nesse Natal,
Deixe jorrar alegria,
Amor, paz e

Desabafo

Quando deixei de ganhar meu dinheiro,
Eu vi o mundo se desmoronando,
E os amigos, que eu amava tanto,
Foram aos poucos, de mim se afastando.
Pedi Socorro e clamei a Deus,
Num gesto louco, não vi mais saída,
Por muitas vezes, eu até pensei,
Como um

Barbárie Na Terra Do Sol

A que ponto chegou a barbárie em nossa Fortaleza. No dia vinte e cinco de novembro de 2017, marquei um encontro às quatro horas da tarde com um amigo muito estimado chamado Márcio Catunda, poeta, diplomata, romancista e acima de

Soneto de Amor

Vejo em você o brilho da ternura,
que no meu peito vai crescendo tanto,
O seu Amor, a paz e a formosura,
ecoa como bálsamo doce canto.
 
E vou ficando cada vez mais calmo,
quando me beija ardentemente a boca,
e nessa trama sigo rumo ao

Poema Para Fernando Pessoa.

Algumas impressões do crepúsculo, e na hora absurda vem a chuva oblíqua nos paços da cruz. A súbita mão de algum fantasma oculto. Nesses episódios que me cercam sinto-me múmia.
Onde pus minha esperança?
Nas rosas que florescem!
Feliz dia para quem?
Esse Natal

Efêmera Existência

A nossa infinita insignificância com relação ao nosso imenso cosmo nos deixa perplexos, quando tentamos repensar a nossa efêmera existência. Dizem alguns especialistas no assunto que somos apenas um grão de areia em nosso imenso Universo. A criação, que parece

O mundo está enfermo

Há muito tempo, venho observando como a humanidade está vivendo os seus últimos dias de agonias psíquicas. Creio que por ter deixado prolongar-se por centenas de anos o Egoísmo, a ambição, a tirania, xenofobia, nazismo, fascismo e todo tipo de

Ao Mestre Ieshua

Quando o Pai Eterno de minha Juventude se foi
Eu tinha apenas quinze anos,
Ao vê-lo chicoteado pelos hipócritas e fariseus,
Cuspiram-lhe na face os seus algozes, chorei…
Passei dias em pranto lembrando-me daquela face,
Que agora estava oculta para tantos, que Ele consolou com