Vereador do PT diz que “governo intransigente” quer intimidar movimentos sociais com ações que plantam o terror

Ronivaldo Maia, vereador pelo PT, ofereceu solidariedade ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) devido ação que aconteceu na última sexta-feira, 4, em Guararema-SP, na Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF). No total, oito pessoas foram presas na Operação Castra, deflagrada pela Polícia Civil do Paraná.

O parlamentar condenou a ação da polícia civil. “Temos que denunciar esse absurdo diante da invasão truculenta que aconteceu e sem mandato judicial. Desencadearam uma operação articulada para acusar lideranças do MST, como uma quadrilha, que é a forma que este governo golpista vai tratar o MST e vem tratando os movimentos sociais. ”, pontuou.

Ronivaldo ainda criticou o governo pelas mudanças propostas e convidou a população e militantes para resistir. “Ações como essas que plantam o terror e tentam intimidar os movimentos sociais fortalecem a nossa resistência a esse governo intransigente, que não dialoga e que atende aos interesses da elite econômica brasileira. Portanto fica aqui a nossa solidariedade ao MST pela luta em defesa da reforma agrária no país. ”, advertiu.

 

 

Heliana Querino

Heliana Querino

Heliana Querino - canivete suíço, jornalista, pesquisadora, educomunicadora, coordenadora de Cultura e colunista no SegundaOpinião.jor

Mais do autor - Twitter - Facebook - LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.