Um breve olhar no futuro

O nosso futuro estará mesmo dentro de um simulacro, como afirmam os que se dedicam ao estudo da (simulation hypothesis) hipótese da simulação? Esses alegam que é provável que estejamos vivendo uma vida simulada. Chegam a afirmar que coisas simples da vida, como um déja-vu (precognição), por exemplo, poderiam ser sinais de uma realidade controlada.

O que sabemos concretamente é que estamos vivendo sob o controle constante das (IAs), inteligências artificiais. A cada dia mais seres humanos estão sendo controlados por essas inteligências. Elas estão presentes em nosso quotidiano.

Segundo estudiosos do assunto, não há uma descrição muito clara para sua definição, o mais comum é se dizer que é a inteligência similar à humana. Não acredito que no futuro o Homem será dominado por máquinas, já que os homens as criaram, através da mecânica a e da robótica, que são ciências humanas, assim como qualquer software, além de serem ciências acadêmicas: programação, robótica, nanotecnologia e outras mais, que a elas se aliam para o desenvolvimento.  O que as máquinas fazem já está determinado pelo homem, não por elas. Os celulares, por exemplo, fazem coisas fantásticas, mas se nós os desligarmos tornam-se criados mudos, ou seja, nada mais podem fazer. Claro que, em um futuro bem próximo, algumas atividades profissionais estarão sendo feitas por robôs programados e alguns trabalhos humanos deixarão de existir.

Entretanto, creio que sempre estaremos no controle. Aristóteles já pensava na inteligência artificial, quando almejava substituir a mão-de-obra escrava por objetos autônomos, sendo esta uma das primeiras ideias de IA relatadas na história.

Creio, com muita convicção, que as máquinas só dominarão os seres humanos em filmes como: Matrix, Westworld e Exterminador do Futuro.

E você o que acha?

Marcos Antônio De Abreu é Poeta e Escritor.

Marcos Abreu

Poeta, Escritor, Declamador de Poesias, interprete do cancioneiro em MPB e outros gêneros; cronista, contista, romancista. Nascido em Fortaleza-Ceará é autor das seguintes obras: "Poesias de um Poeta Louco"(1995), " Nas Teias da Poesia" (1997)-Editora Passárgada- Pernambuco-Recife "Retalhos Poéticos" Poesia Livro-2000 Cordéis Publicados: " A Revolução Humana" publicado pela Fraternidade Arte e Cultura-2011 " O Rouxinol e a Rosa" Literatura Infantil- Editora Flor da Serra-2016 " A Coisificação da Sociedade na pós-modernidade" " Versos de Ouro" Fecomércio-Senac-Sesc-IPDC Antologias: Poetas da Praça do Ferreira-Editado Pela BSG-Bureau de Serviços Gráficos-Editor- Márcio Catunda-2018 "Amor Música e Poesia" Editor: Antonio Pompeu. Romances: " O Louco e o Estado-Expressão Gráfica-Fortaleza-2019-Edição e Prefácio-Dimas Macedo

Mais do autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.