Pré-leitura do livro “Lições de Maria”, de FÁTIMA TELES – por Osvaldo Euclides

A AUTORA

Fátima Teles é escritora cearense nascida em 1969. Estreou com versos em 2015, com o livro ‘Alumbramento’. Quatro livros se seguiram. É membro da Academia de Letras do Brasil. É também historiadora (tem livros publicados sobre a região do Cariri), Assistente Social e Piscopedagoga.

A PUBLICAÇÃO

O livro “Lições de Maria”, de autoria de Fátima Teles, foi lançado em 2019, pela Editora Premius, com 94 páginas, capa dura, ilustrações de Ísis Silva e prefácio de Cleide Souza.

CIRCUNSTÂNCIAS

O livro trata de mulher, percorre a trajetória feminina, fala para todas as mulheres, e por isso usa o nome Maria no título. A autora olha simultaneamente para a mulher e suas circunstâncias interiores durante o longo e às vezes doloroso processo de descoberta, consciência e amadurecimento. Não se trata de autoajuda, antes é uma poesia sobre cada um dos degraus que pode subir uma adolescente, uma jovem senhorita ou uma experiente senhora examinando seu passado, sua vida. A linguagem é simples, direta e suave.

A IMPORTÂNCIA DO LIVRO

O livro consegue, com leveza, ser completamente original no que se propõe a tratar. E trata questões sensíveis para as mulheres de forma especialmente delicada. Fátima Teles incorpora a seu perfil de escritora uma obra singular na forma e no conteúdo. Fátima Teles faz flutuar as palavras – pontos e vírgulas quase não existem. Para as leitoras que tiverem a oportunidade de acesssar a obra e ousarem lê-la com olhos e o coração abertos para o que importa, estão guardadas lições sutis, úteis.

O LIVRO

O livro está estruturado em nove pequenos capítulos. Todos eles falam dos sentimentos e das emoções que Maria experimenta ao longo de sua trajetória de mulher. A abertura do livro se dá com o despertar de Maria. Depois seguem-se a força, a sinceridade, a sabedoria, os silêncios, a liberdade, o desapego e o tempo, cada um deles abrindo-se em leque de experiêcias e impressões de uma caminhada pelas entranhas da alma e pelos caminhos do coração femininos.

BONS MOMENTOS

“…Maria descobriu que empoderamento também é poder ser ela mesma Maria descobriu que não há melhor amor do que o amor próprio Depois que Maria descobriu que podia ser uma borboleta humana nunca mais deixou de fazer voos mentais…”

“…Para Maria não há melhor companhia do que sua intuição Maria sente alegrias e tristezas E sabe que isto é natural São experiências de crescimento. Para Maria a vida é uma grande e doce quimera, por isso, ela não se envaidece…”

“…Depois que Maria compreendeu que o tempo coloca tudo e todos no seu lugar Ela deixou de querer fechar ciclos com rapidez Aprendeu a esperar eles serem fechados naturalmente Maria gosta de ouvir o tempo Ele sempre diz: caminha e espera, tudo passa…”

“…Maria aprendeu não só a retirar as pedras do caminho, mas a olhá-las com sabedoria Maria aprendeu a apreciar as flores em seu caminho E a não maldizer os espinhos valiosos em ensinamentos…”

“…sobre a liberdade, Maria aprendeu uma coisa bem simples: quem deixa o amor livre, prende Desde que Maria descobriu que para estar presa é preciso sentir-se livre ela ama a liberdade e assim sente mais prazer em viver…”

“…depois que Maria aprendeu a discernir entre mentira, falsidade e verdade ela vive mais atenta Desde que Maria descobriu que o silêncio é a melhor resposta, ela caminha sem olhar para trás…”

Osvaldo Euclides

Osvaldo Euclides

Economista e Professor Universitário.

Mais do autor

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.