O deputado Capitão Wagner (PR) denuncia demissões de professores e fechamento de laboratórios, bibliotecas e centros de apoio

O deputado Capitão Wagner (PR) apresentou, nesta terça-feira, no plenário da Assembleia Legislativa, denúncias  contra a educação pública municipal e estadual.

“As reclamações vão desde a demissão de professores até o fechamento de equipamentos nas escolas. Isso tem gerado preocupação grande, afinal, o Ceará está sendo exemplo pelo crescimento da qualidade de ensino”, assinalou.

O parlamentar disse ainda que, em função de cortes de gastos, várias medidas foram tomadas nas escolas, como o fechamento de laboratórios, bibliotecas e centros de multimeios, por falta de professores, prejudicando os alunos.

Segundo ele, as medidas vêm sendo tomadas desde o fim de julho, poucos dias após o governador Camilo Santana (PT) anunciar reajuste de 13,01% no piso salarial dos professores. Para garantir os valores, as escolas estão tendo também que reduzir o número de professores temporários, demitidos sem garantia. “Quem é o prejudicado? O trabalhador que perde o emprego, o aluno que não tem como acessar laboratórios e bibliotecas e o Estado”, finalizou.

 

Franzé de Sousa

Repórter Fotográfico/Videomaker, colaborador do Segunda Opinião.