IA / INTELIGÊNCIAS

Para sentir, você para
Chega perto, toca, coisa rara
Não é crochê ou tricô
Mas é mesmo um primor
Esse mármore de Carrara

Aquele que esculpiu
Em matéria dura e fria
A beleza em demasia
Não, não, nunca mentiu
Será que olhou a vozinha
Fazendo arte com linha
E amoleceu coração?
Com mármore e paciência
Testou sua inteligência
A chegar à perfeição

A colcha esculpida em mármore
É quente, natural, inteligente
Semente que virou árvore
Inteligência artificial…
Para o bem ou para o mal?
Paciência sem igual
Se vê na obra de arte
Que do amor deve ser parte

17/06/2024
Dora de Paula

Dora de Paula

Maria Auxiliadora de Paula Gonçalves Holanda, doutora em educação-UFC, mestre em Educação-UnB, Arteterapeuta- Instituto Aquilae, escritora e compositora.