DIZER

No íntimo tenho um ritmo
Lue me capta. me captura
Parece ínfimo
Mas me rapta porque me atura
Eo mesmo ritmo
Lue se adapta às minhas lonjuras
Duando me distancio
Das amarguras desse mundo
E apenas o meu desejo profundo
De expressar, exprimir., espremer
D que posso Suportar da dor
E sentir, e qastar, e gostar.
E libertar!!!
U que eu quero dizer
Nem tudo precisa ser ito
E fico aflito pra selecionar
O que pode ser maldito ou bendito
E esperaro momento de dizer
Preciso

 

DORA DE PAULA
DEZEMBRO/2023

Dora de Paula

Maria Auxiliadora de Paula Gonçalves Holanda, doutora em educação-UFC, mestre em Educação-UnB, Arteterapeuta- Instituto Aquilae, escritora e compositora.

Mais do autor

Dora de Paula

Maria Auxiliadora de Paula Gonçalves Holanda, doutora em educação-UFC, mestre em Educação-UnB, Arteterapeuta- Instituto Aquilae, escritora e compositora.