Diário da quarentena – 21 de junho. 0h40.

Mais de um milhão de contaminados no Brasil.

A impressão que se tem é que o presidente se empenha em preocupações de cunho patriarcal, coisa muito natural, e até mesmo honrosa e exemplar, diriam seus apoiadores, religiosos, patriotas, conservadores e religiosos.

A preocupação do presidente é se manter no poder e proteger a família dele.

Até agora no Brasil mais se 50 mil pessoas morreram de COVID-19.

A preocupação do presidente é se manter no poder e proteger a família dele.

Até agora no Brasil mais se 50 mil pessoas morreram de COVID-19.

A preocupação do presidente é se manter no poder e proteger a família dele.

Até agora no Brasil mais se 50 mil pessoas morreram de COVID-19.

Mais de 50 mil pessoas morreram.

Mais de 50 mil pessoas morreram.

Mais de 50 mil pessoas morreram.

Mais de 50 mil pessoas morreram.

A preocupação do presidente é se manter no poder e proteger a família dele.

Em vários bairros de Fortaleza estranharam as salvas de fogos. 

A data não era comemorativa nem havia mesmo o que comemorar.

No Brasil até agora 50 mil pessoas morreram de COVID-19.

Mais de 50 mil pessoas morreram.

Mais de 50 mil pessoas.

Mais de 50 mil.

Ouço os rumores de uma pequena multidão, um grupo não posso calcular de quantas pessoas nem tenho como saber se vieram chamadas pelos fogos, pois aqui também houve fogos. Os fogos, aqui, pararam. Só ouço ao longe uma música alta e furiosamente percussiva. A música diz: “Hoje ela vai sentar”.

O presidente dos Estados Unidos, que o presidente do Brasil admira e cópia no que pode, ignora a legitimidade das manifestações por justiça social e contra crimes de racismo cometidos por policiais e que mais de uma vez têm como consequência a morte de vítimas que não tinham como se defender. 

A preocupação do presidente estadunidense é se reeleger. 

Já houve mais de dois milhões de casos confirmados de SARS COV 2, o novo coronavírus, nos EUA. Mais de 120 mil pessoas já morreram de COVID-19 nos EUA. O presidente americano já restringiu o acesso de brasileiros ao seu país porque, segundo ele, o Brasil não teria tratado com os devidos cuidados a questão sanitária. O presidente brasileiro admira, segue e cópia no que pode o presidente americano.

O presidente brasileiro se chama Jair Messias Bolsonaro.

A maior preocupação do presidente é se manter no poder e proteger a família dele.

Até agora no Brasil mais de 50 mil pessoas morreram de COVID-19.

Os números não pararam de crescer.

No mundo todo até agora mais de 8 milhões e meio de pessoas já foram contaminadas. 

Mais de 450 mil pessoas já morreram de COVID-19, SARS COV 2, o novo coronavírus, no mundo todo.

Mais de 450 mil.

Quero acreditar que o mínimo de solidariedade e empatia resida em cada um lembrar que tem um corpo e o que pode acontecer com um corpo, em não esquecer que, por mais humilhante que seja, toda criatura precisa da ajuda dos outros.

 

Airton Uchoa

Airton Uchoa

Escritor, leitor e sobrevivente.

Mais do autor

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.