Sobre Rui Martinho

Doutor em História, mestre em Sociologia, professor e advogado.

UM PAÍS AGRÍCOLA

No passado livros escolares descreviam o Brasil como um “país essencialmente agrícola”. Depois nos industrializamos substituindo importações, praticando protecionismo, incentivos fiscais e políticas cambiais. A dinâmica demográfica era marcada por crescimento vegetativo acelerado e migração do campo para as cidades.

O PERIGO DOS CICLOS

Os gregos imaginavam que os passos da humanidade se repetiam de forma cíclica. Pitagóricos e estoicos pensavam assim. Era o eterno retorno. Indianos, egípcios e hebreus namoravam esta ideia. Salomão disse:“o que foi, isso é o que há de ser; e

A POLÍTICA

A política é organização, direção e administração dos negócios da polis. Desperta paixões, envolve interesses e valores, pode dividir os cidadãos. A ação de organizar, dirigir e administrar se beneficia da existência e observância de normas. Regulamentar condutas exige legitimidade.

FALTA AUTOCRÍTICA

O sucesso da China é inegável. Retirou, nos últimos quarenta anos, 700 milhões de pessoas da pobreza (vermelho.org.br, 2020/12.05). Não foi pela via do liberalismo. Também não foi pelo caminho dos direitos trabalhistas e sociais. O Estado do bem-estar não

O VOTO FACULTATIVO

O voto facultativo volta ao debate. As cogitações sobre o tema envolvem a legitimidade da obrigação de votar sob a ordem democrática; direito comparado; o sentido do voto de quem não quer se pronunciar; a representatividade do sufrágio por obrigação;

DIREITO E LEGITIMIDADE

A relação entre direito e política pode ser encarada como uma dinâmica circular; sem uma anterioridade lógica concernente a legitimação de um pelo outro destes fatores (Norberto Bobbio, 1909 – 2004, “Teoria geral da política”). O Direito precisa ser reconhecido pela

O DECLÍNIO DOS ESTADOS NACIONAIS

Organizações e tratados ou convenções internacionais exercem uma crescente influência na regulamentação das sociedades, tutelando os estados nacionais. A ONU com os seus institutos como a FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura) e a Unesco (Organização

VITÓRIA DO DIFUSIONISMO

O século XIX produziu muitas teorias. O difusionismo ficava entre o óbvio e o equívoco. Dizia que as inovações técnicas e culturais se propagavam pelo mimetismo, o intercâmbio ou conquista militar. A vertente britânica, liderada na Inglaterra pelo australiano Grafton

TEORIAS CONSPIRATÓRIAS

Teoria conspiratória é uma forma de desqualificar suspeitas e acusações. Conspiração tem a participação de duas ou mais pessoas “para a realização de um ato qualquer, mais estritamente para a execução de um delito. (…) planejam todas as fases de

O VOTO

O eleitorado é heterogêneo. Há eleitores fiéis a correntes políticas, líderes, agenda de interesses, valores e paixões. Uma parcela do eleitorado a cada eleição reavalia tendências e formas de defesa das pautas da sua agenda política. Contemplar o panorama político é como

AS ELEIÇÕES AMERICANAS

As eleições americanas merecem atenção. Inicialmente observamos a discrepância entre pesquisas eleitorais e resultados nos últimos vinte anos. O sistema de vitória obtida pelo peso dos estados, podendo haver discrepância entre os votos populares e o resultado da ponderação federativa