baba

Vereador Babá (PSOL) diz que presidente, governadores e prefeitos “empurram professores com a barriga “

O vereador Babá (PSOL) critica o governo Dilma e afirma que a falta de investimentos na saúde e na educação coloca na marginalidade milhares de jovens.

“Aqui não fazemos apenas crítica a partidos adversários. Este final de semana fui a Macapá, justamente para apoiar a greve dos professores e técnicos de educação contra a prefeitura do PSOL . Primeiro, o Prefeito Clécio quer seguir os cortes e ajustes fiscais, prometendo um ridículo aumento de 4% no salário de professores e servidores. Por isso eles entraram em greve. Não aceitamos que a mesma tática utilizada pelo Governador Alckmin e pelo Governador do Pará, Simão Jatene, de irem, na verdade, empurrando com a barriga, tentando desgastar o movimento grevista para dar um aumento ridículo a professores e servidores”.

“O Prefeito Clécio segue a mesma lógica de Dilma Rousseff. Segue a mesma lógica do Pezão, quando diz que não há dinheiro para dar aumento aos servidores. Ou, como faz Dilma Rousseff, que implementa medidas, como aconteceu com as Medidas Provisórias 664 e 665, para retirar conquistas históricas dos trabalhadores e, ainda mais, seguindo toda a orientação dos banqueiros e do Fundo Monetário Internacional. Um corte de cerca de R$ 70 bilhões, sendo retirado dinheiro da educação, da saúde, para quê? Justamente para abastecer o cofre dos banqueiros!”.

“O mais interessante é que veio a dirigente do FMI e ela está sorrindo. Porém, o mais impressionante é ver o Vice-Prefeito desta cidade, do PT, junto com outras pessoas aqui, sorrindo. Sorrindo de quê, cara pálida? Essa dirigente veio justamente para determinar o que Dilma Rousseff tem que, através do seu ministro Levy, cortar dinheiro da saúde, da educação, para abastecer os banqueiros. É isso o que Dilma Rousseff vem fazendo”.

“Ora, vejam, para vocês terem idéia, este ano é R$ 1,35 trilhão que Dilma Rousseff vai pagar aos banqueiros internacionais e nacionais, de juros e amortização da dívida pública. Essa mesma dívida pública já está em cerca de R$ 4 trilhões. E o mais impressionante é que a tal Pátria Educadora de Dilma Rousseff corta R$ 7 bilhões da Educação, atacando as nossas universidades e também atacando o Ensino de 1º e 2º graus, o Ensino Fundamental”.

“Essa política é que vem quebrando este país. Esta política é que vem colocando na marginalidade milhares e milhares de jovens, por não terem, na verdade, uma Educação digna. Ao não ter, na verdade, investimento na educação, a tal Pátria Educadora nada mais é do que a pátria dos banqueiros”.

 

Priscilla Ramos

Priscilla Ramos

Acadêmica em Comunicação Social - Jornalismo. Estagiária voluntária do Segunda Opinião. Educomunicadora e Produtora Cultural.

Mais do autor

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.