Senador do PT diz que primeiras medidas de Temer são “roteiro de filme de terror”

Senador do PT Humberto Costa atacou as medidas dos primeiros dias de governo, que classificou como esdrúxulas, escandalosas e destruidoras de conquistas sociais históricas. Ele criticou especialmente as declarações do ministro da Saúde, Ricardo Barros, que, em sua avaliação, procura reduzir a abrangência do SUS e beneficiar os planos de saúde privados.

— Observem bem a visão do ministro: quanto mais gente pagar plano de saúde, melhor. O cidadão paga imposto não para melhorar o sistema público, mas para depender de um plano privado. Essa é a lógica do governo ilegítimo que muitos ajudaram a chegar sem voto ao Palácio do Planalto — protestou.

Para Humberto, o ministro da Saúde deveria ser a última pessoa a defender a “marcha acelerada do retrocesso” que visa deixar à míngua 150 milhões de brasileiros que dependem do SUS. O senador considera que a saúde pública tem problemas e limitações, mas a universalidade do direito à saúde está na Constituição e não se pode negociar. Ele espera que os movimentos sociais façam uma rebelião contra as medidas de “roteiro de filme de terror” de Michel Temer.

 

 

Agencia Senado

segundaopinião

segundaopinião

SEGUNDA OPINIÃO é um espaço aberto à análise política criado em 2012. Nossa matéria prima é a opinião política. Nosso objetivo é contribuir para uma sociedade mais livre e mais mais justa. Nosso público alvo é o cidadão que busca manter uma consciência crítica. Nossos colaboradores são intelectuais, executivos e profissionais liberais formadores de opinião. O SEGUNDA OPINIÃO é apoiado pelo MOVIMENTO COESÃO SOCIAL.

Mais do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.