Senador do PSDB contesta ministro Henrique Meirelles por exceções no limite de gastos

Em pronunciamento nesta quarta-feira (3), o senador José Aníbal (PSDB-SP) disse que estranhou a declaração do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, de que seriam secundários os artigos da renegociação das dívidas dos estados que obrigam os poderes e órgãos estaduais a limites de gastos com pessoal.

Para o senador, isso significa que poderá haver exceções no limite do teto para algumas categorias, o que, no entender dele, poderá prejudicar outros setores.

— Para se excepcionalizar a regra para determinados setores, vai ter que agravar as condições para outros setores, com redução de investimentos, quem sabe, na saúde, educação, segurança. Não pode.

José Aníbal lembrou que o país precisa buscar o reequilíbrio das contas públicas para que possa voltar a crescer, gerar emprego e renda para os brasileiros.

 

 

(Agência Senado).

segundaopinião

segundaopinião

SEGUNDA OPINIÃO é um espaço aberto à análise política criado em 2012. Nossa matéria prima é a opinião política. Nosso objetivo é contribuir para uma sociedade mais livre e mais mais justa. Nosso público alvo é o cidadão que busca manter uma consciência crítica. Nossos colaboradores são intelectuais, executivos e profissionais liberais formadores de opinião. O SEGUNDA OPINIÃO é apoiado pelo MOVIMENTO COESÃO SOCIAL.

Mais do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.