O Mais Antigo “Arranha-Céu” de Fortaleza – Daniella Cruz

 

Quando eu soube que o Excelsior Hotel é considerado o primeiro arranha-céu de Fortaleza, eu fiquei bastante surpresa.

– Como assim, um arranha-céu com apenas sete andares?

Mas fala sério, em 1931 isso era magnífico! Impossível não dizer que sua construção marcava a chegada de um novo tempo para Fortaleza.

Depois de ouvir essa informação, passei a ter curiosidade para saber como é dentro do Excelsior Hotel. Mas até onde sei, o espaço não é aberto para visitação, o que eu considero lamentável.

Só me resta imaginar o que já foi edifício mais antigo que ainda se mantém de pé na capital cearense. Mobília europeia, lençóis e toalhas de mesa em linho irlandês, móveis e lustres no estilo Art-Nouveau e piano de cauda Donner no salão de jantar, assim dizia uma matéria sobre o hotel.

Uau! Quando li todas essas coisas, pude passear por lá.

Fui ao terraço onde funcionava o American Bar, que, com sua vista privilegiada era cenário de recepções de festas da alta sociedade. As pessoas conversavam pelo salão, música somente a do piano, requinte em tudo; no lugar e nas pessoas. Sorriso discreto, acompanhado de um leve movimento de cabeça, era assim que nessa noite eu cumprimentava alguns dos hóspedes famosos que estavam por lá; a aviadora Amélia Earhart, o presidente Juscelino Kubitschek e o cineasta Orson Welles, só pra vocês entenderem.

Ops! Retornei e continuei a leitura…

Localizado na Praça do Ferreira, mais precisamente no cruzamento das ruas Major Facundo e Guilherme Rocha, o Excelsior é o último representante da arquitetura eclética na cidade. Resquícios da influência francesa em nós.

Hoje o espaço está fechado, e pra não dizer que não tem nenhuma atividade, todos os anos o prédio serve de palco para o coral das crianças, durante o mês de dezembro. Somente as crianças devolvem o brilho que aquele lugar já teve. Nessa época, sua calçada de enche de sonhos, de luz, de amor.
Pena que é somente em dezembro.
Ainda assim, eu fico tão feliz quando vejo movimento ali.

Na agitação do Centro da cidade, quem passa na calçada do Excelsior nem imagina quão imponente e importante aquele prédio já foi.
– Ei, pessoas! Vocês estão pisando na calçada do pioneiro, o primeiro “arranha-céu” de Fortaleza! Será possível que só eu olho pra cima?

Daniella Cruz

Daniella Cruz

Daniella Cruz é Psicóloga, empreendedora, especialista em Gestão Estratégica de Recursos Humanos e MBA em Gestão de Pessoas e Liderança. Tem participação em antologias literárias e é colunista no SegundaOpinião.jor

Mais do autor

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.