O Brasil é complexo, há desafios urgentes e inadiáveis, governo deve agir com determinação e diálogo e oposição deve ser construtiva, diz senador do MDB

Em discurso nesta quarta-feira (14), o senador Valdir Raupp (MDB-RO) comentou os resultados das eleições, frisando que os candidatos eleitos refletiram os desejos da população, em sua esperança por um Brasil melhor, e que os políticos preteridos devem respeitar a vontade do povo e encontrar novas formas para trabalhar pelo desenvolvimento do país. O senador não conseguiu ter seu mandato renovado.

Para o Raupp, o presidente eleito Jair Bolsonaro terá pela frente uma série de desafios “urgentes e inadiáveis” a serem enfrentados com “determinação, diálogo institucional e respeito à Constituição”.

O primeiro grande teste será a reforma da Previdência, uma “bomba-relógio” que precisa ser desativada, avaliou. Outra pauta é a reforma tributária, que, segundo ele, diminui a competitividade brasileira e onera demasiadamente o setor produtivo e a classe trabalhadora.

Raupp elogiou algumas bandeiras defendidas pelo novo governo eleito, como a redução do número de ministérios e da máquina pública como um todo. Ele conclamou ainda a oposição a ser “responsável, madura e construtiva” e lembrou aos novos gestores que a nação é “complexa”.

– Como diz o ditado, o Brasil não é para amadores. Esperamos sinceramente que os cargos na Esplanada dos Ministérios sejam ocupados por gente profissional, competente, que saiba o que faz, comprometida com o Brasil e com a felicidade do nosso povo – concluiu.

Agência Senado

segundaopinião

segundaopinião

SEGUNDA OPINIÃO é um espaço aberto à análise política criado em 2012. Nossa matéria prima é a opinião política. Nosso objetivo é contribuir para uma sociedade mais livre e mais mais justa. Nosso público alvo é o cidadão que busca manter uma consciência crítica. Nossos colaboradores são intelectuais, executivos e profissionais liberais formadores de opinião. O SEGUNDA OPINIÃO é apoiado pelo MOVIMENTO COESÃO SOCIAL.

Mais do autor