Golpe com STF e tudo? por Luiz Regadas

A ONU em sua decisão proferida no último dia 17 de agosto de 2018 somente decidiu dar o direito de Lula participar das eleições presidenciais de 2018 a fim de evitar um mal maior, caso ele venha a ser julgado inocente posteriormente pela ONU, ou mesmo pelo STF. Pois é importante lembrar que Lula não tem seu processo transitado em julgado. Então, a ONU, ao aferir sua determinação de que Lula seja candidato, busca evitar que ele seja culpado antes do fim do processo, e evita assim um erro que pode vir a acontecer caso seja considerado inocente. Um erro considerado pela organização que seria irreparável.

A verdade é que o TSE antecipou o julgamento para que o PT não passe nenhuma propaganda tendo Lula como candidato. Exigindo, assim, a troca antes do tempo, atropelados os prazos, os trâmites legais da casa. Assim como exigiram pela primeira vez em uma eleição no Brasil que se indique o nome do vice-presidente com urgência.

Todos esses fatos provam o medo que têm de enfrentar o Lula, tudo prova o quanto Lula é forte.

É golpe com o STF e tudo? Em horas iremos saber confirmar ou não.

Por Luiz Regadas

As 22h07

Placar do julgamento 1 x 1.

31.08.2018.

 

Luiz Carlos Prata Regadas

Luiz Carlos Prata Regadas

Sociólogo e Mestre em Políticas Públicas pela Universidade Estadual do Ceará- UECE. Tenho experiência na área de Ciência Política, com ênfase em Política Contemporânea, atuando principalmente nos seguintes temas: política brasileira, geopolítica e influência da grande mídia.

Mais do autor - Twitter - Facebook - YouTube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *