Gestão da saúde se empenha para diminuir os danos, diz o vereador Didi Mangueira (PDT)

O vereador Didi Mangueira (PDT) avalia a crise da saúde pública em Fortaleza.

“Estamos numa crise que está afetando todos os setores, inclusive a saúde, mas é preciso esclarecer a questão dos recursos, pois se formos dividir o repasse federal, fica menos de 2 reais por habitante. É preciso o debate transparente, a fim de que a população conheça os problemas e os motivos que ocasionaram a crise”.

“Se pegarmos um paciente que passa um mês internado no IJF, somente com ele o gasto será de 70 mil reais, sendo que o valor que o Executivo possui para gastar com o paciente é menos de 2 reais. Então é um problema grave”.

“A gestão tem o compromisso e sabe da responsabilidade, porém fica difícil administrar sem recurso suficiente. Nós temos, por exemplo, os recursos constitucionais, mas em relação à manutenção das UPAs não há recurso federal. Nós sabemos das dificuldades, e a gestão tem se empenhado para diminuir os danos, por isso estamos abertos a um debate amplo e transparente”.

Priscilla Ramos

Priscilla Ramos

Acadêmica em Comunicação Social - Jornalismo. Estagiária voluntária do Segunda Opinião. Educomunicadora e Produtora Cultural.

Mais do autor

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.