fernando-bezerra

Fator previdenciário é injusto, é vida a serviço de números

O objetivo do governo, ao criar esse sistema, em 1999, foi adequar o orçamento da Previdência com o quantitativo gasto em benefícios. Hoje, o déficit no setor chega a R$ 51 bilhões. Esse mecanismo “reduz brutalmente” o valor das aposentadorias, “o que é injusto depois de uma vida inteira dedicada ao trabalho”.

“É justamente nessa fase da vida que os aposentados precisam de dinheiro para custear despesas típicas da idade, como gastos com remédios e médicos”.

– Como norte de nossa ação coletiva, defendemos o diálogo honesto e franco, em que os números estejam a serviço da vida e não a vida a serviço dos números. Amplificar com responsabilidade e bom senso os ganhos dos aposentados nos limites do possível é a tarefa mais elevada que se reserva ao parlamentar brasileiro no Congresso Nacional neste ano de 2015.

Por Fernando Bezerra, Senador do PSB-PE.

segundaopinião

SEGUNDA OPINIÃO é um espaço aberto à análise política criado em 2012. Nossa matéria prima é a opinião política. Nosso objetivo é contribuir para uma sociedade mais livre e mais mais justa. Nosso público alvo é o cidadão que busca manter uma consciência crítica. Nossos colaboradores são intelectuais, executivos e profissionais liberais formadores de opinião. O SEGUNDA OPINIÃO é apoiado pelo MOVIMENTO COESÃO SOCIAL.

Mais do autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.