DUAS VEZES ESTUPRO

ESTUPRO • Não é doloso, não é culposo • É estupro, é crime!

Como tentar justificar o contrário disso sem se sentir um verme?

Somos mulheres, seres humanos, feitas da mesma matéria. Não estamos pedindo nada além do respeito. Não queremos pena, compaixão, favores, ajudinha. Queremos RESPEITO!

Nosso corpo é nosso! Nossas roupas não são um convite. Nossos comportamentos não te forçam a cometer um crime. Não é sua casa, não chegue sem pedir licença, não toque sem permissão. Entenda de uma vez por todas o que significa um NÃO!

Quando há respeito não existe a: Revitimização do vulnerável, a vítima não é posta no banco dos réus, não há constragimento. Quando há respeito, não se extrapolam os limites dos direitos à dignidade humana, não há violência ou lesão à saúde mental.
Quando há respeito a vítima não sofre tortura psicológica.

Grita-me a falta de equidade no sistema de justiça. Falta de capacitação e preparo para lidar com questões de gênero e vítimas de estrupro.
Falta de uma missão na forma de atuar de certos profissionais. Ausência de humanidade!

Pessoas que usam apenas a mente e o intelecto para resolver causas, estão longe de ter uma vocação para cuidar e defender direitos de seres humanos – MULHERES.

Quando respeito existe, a vítima não sofre um segundo estupro: na alma e nos seus direitos.
Se repeito houvesse, não haveria, literalmente, a cegueira e a omissão de uma justiça que tanto grita: DENUNCIEM!

Denunciar para quem Sr. juíz?

Dorido, revoltante e vergonhoso – para não dizer: INESCRUPULOSO.

Daniella Cruz

Daniella Cruz

Daniella Cruz é Psicóloga, orientadora de Carreira. Graduada em Gestão Estratégica de Recursos Humanos, Especialista em Gestão de Pessoas e Liderança. Trabalhou na Europa na execução de projeto voltado para a neuropsicologia e acompanhamento de idosos com Alzheimer e outras demências. Tem participação em antologias literárias e é colunista no SegundaOpinião.jor.

Mais do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.