Bolsonaro na luta contra a balança – MÁRCIO PESSOA

Não, Bolsonaro não está com problema de peso, não tem bulimia ou está obeso. Mas sua briga contra a balança é constante em seu primeiro ano como presidente. Me refiro ao sistema de freios e contrapesos da democracia.

A democracia é um sistema de governo mais complexo do que se supõe: não basta que haja pessoas votando para que se caracterize uma democracia, é necessário mais: imprensa livre, ausência de perseguição política, independência entre os Poderes. Para evitar que uma única pessoa ou grupo político possam fazer o que bem entenderem é que existem as instituições democráticas. Por exemplo: se o presidente tenta acabar com a Lei da Transparência por meio de um decreto, como Bolsonaro tentou em fevereiro, o Congresso pode reagir e evitar que isso ocorra, como de fato evitou. Dessa forma, assim como uma balança, um dos poderes faz uma força de um lado e outro poder aplica um contrapeso para equilibrar as forças. Dessa forma, a chance de ocorrer uma ação autoritária, extremista, desproporcional, é reduzida.

Sabendo disso, o “mito” vem insistentemente atiçando suas milícias (por enquanto, virtuais) para que ataquem essas instituições que são responsáveis por balancear suas ações tresloucadas. A intenção é clara: evitar contrapesos e partir para um regime de governo em que suas ações sejam soberanas e, por isso, autoritárias. O que mais assusta é ver STF e Congresso reféns dessas ameaças porque estão se dobrando às reformas econômicas exigidas pelas elites multinacionais. “Esperar para ver” pode ser a decisão mais insensata desses atores políticos, visto que Bolsonaro pode se aproveitar daquelas reformas para ganhar mais poder e, com isso, tentar mais e mais subjugar os demais poderes. Reforço: democracia requer mais do que simplesmente votos.

Marcio Pessoa

Marcio Pessoa

Márcio Pessoa é sociólogo e professor da educação básica na rede estadual do Ceará.

Mais do autor

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.