Sobre Alexandre Aragão de Albuquerque

Mestre em Políticas Públicas e Sociedade (UECE). Especialista em Democracia Participativa e Movimentos Sociais (UFMG). Arte-educador (UFPE). Alfabetizador pelo Método Paulo Freire (CNBB). Pesquisador do Grupo Democracia e Globalização (UECE/CNPQ). Autor dos livros: Juventude, Educação e Participação Política (Paco Editorial); Para entender o tempo presente (Paco Editorial); Uma escola de comunhão na liberdade (Paco Editorial); Fraternidade e Comunhão: motores da construção de um novo paradigma humano (Editora Casa Leiria) .

Gestos abjetos

Desde o primeiro momento, na campanha presidencial de 2018, quando o candidato da extrema-direita tomou nos braços crianças indefesas para monstruosamente instrumentalizá-las, fazendo com que elas fossem induzidas por ele a reproduzir com as mãos, publicamente pela rede de comunicação

DESVIO DE ATENÇÃO

Passada a apuração do primeiro turno da eleição presidencial, com o resultado do Presidente Lula obtendo 48,43% dos votos válidos, diversas lideranças – civis e religiosas – da direita brasileira passaram a usar práticas ameaçadoras, chantageando e coagindo seus subalternos