A mãe que eu pareço ser

Pareço boa mãe, mas já fingi não escutar o choro do meu filho em plena 3h da madrugada pra dormir 5 minutos a mais, já dei chá, remédio e fiz promessa pra o bebê dormir à noite inteira, embora não tenha funcionado.

Pareço boa mãe, mas não impedi a cria de comer farelos de biscoito do chão, já servi pipoca no jantar, já devorei a guloseima escondida pra não ter que dividir com nenhum olhar pidão.

Pareço boa mãe, mas já deixei meus filhos com o pai pra passar a tarde batendo perna no shopping, já sai escondida pra não ter que dizer tchau e ouvir berros em seguida, já coloquei o menino em frente à TV pra conseguir terminar o almoço.

Pareço boa mãe, mas já atrasei as vacinas dos meus filhos, esqueci de dar as vitaminas, e não voltei no retorno com a Pediatra.

Pareço boa mãe, mas já gritei com a minha criança por ter feito xixi pela milésima vez no sofá enquanto estava desfraldando. Já dei palmada porque saiu descalço na calçada quente, já perdi a linha pelo suco derramado na roupa nova.

Pareço boa mãe, mas já tranquei a porta do banheiro e deixei o menino aos prantos, pra fazer o número dois em paz, já disse que ia tomar banho, mas fiquei 40 minutos sentada no vaso mexendo no celular, sim, isso eu ainda faço.

Pareço boa mãe, mas já me imaginei por 5 segundos sem filhos, com zero preocupação do que ia fazer pro jantar, já quis estar em outro planeta quando começa o choro coletivo, já quis passar o dia fora de casa pra voltar cheia de saudade.

Pareço boa mãe, mas já deixei meu filho sair com a roupa amassada, não liguei quando no aniversário do amiguinho ele se encheu de doces, ou quando ele fez a festa comendo areia da praia.

Pareço boa mãe, mas já deixei o bebê acordado até as 22h00, já pulei o cochilo da tarde pra ganhar um vale night com o marido, já permiti que dormissem comigo pra não ter que fazer o trajeto, minha cama – quarto dos filhos de madrugada.

Pareço boa mãe, mas já desejei que o tempo passasse rápido e eles crescessem logo, já levei eles pro parquinho só pra ficar uns minutinhos sentada sem ninguém puxando minha roupa, já barganhei joguinhos de celular por silêncio.
Pareço boa mãe, e apesar de tudo, eu sou!

Hadassa Cavalcante

Hadassa Cavalcante

Graduada em Jornalismo, Mãe de dois, Vegetariana,Cristã.

Mais do autor

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.