A gravidade da coisa

Jornalista Reinaldo Carvalho: “…O Estado de Direito chega a seu Estado de miséria no Brasil. Infelizmente, a imprensa, no seu conjunto, ainda não reconheceu a gravidade da coisa porque se trata de admitir que foi trapaceada por um parceiro. Só agora caiu a ficha: quantos foram os que deram curso a vazamentos, fingindo não ver outras agressões à ordem legal, tudo em nome do combate à corrupção? Agora se dão conta de que eram e são meros peões de um projeto de poder, que está apenas no começo…”, diz ele, em sua coluna no jornal Folha de S Paulo.

“…Não demora, e membros do MPF e setores do Judiciário afinados com esse projeto começarão a suar as suas fundações para criar escolas, distribuir bolsa de estudo e fornecer sopão para os necessitados. Por enquanto, é um Estado dentro do Estado. O projeto mesmo é capturar o Estado. Não. Não vai dar certo no fim das contas. Nunca dá. Mas, enquanto isso, o país vai se enterrando mais um pouco. O despacho da juíza Gabriela Hardt não é uma homologação. É uma litania fúnebre para o Estado de Direito…”

segundaopinião

segundaopinião

SEGUNDA OPINIÃO é um espaço aberto à análise política criado em 2012. Nossa matéria prima é a opinião política. Nosso objetivo é contribuir para uma sociedade mais livre e mais mais justa. Nosso público alvo é o cidadão que busca manter uma consciência crítica. Nossos colaboradores são intelectuais, executivos e profissionais liberais formadores de opinião. O SEGUNDA OPINIÃO é apoiado pelo MOVIMENTO COESÃO SOCIAL.

Mais do autor