Arquivos em Tags: segunda opinião

Crítica ao giro decolonial: entre o anticomunismo e o populismo reformista – Por Victor Artavia

Apresentação
 
 Este ensaio do historiador portoriquenho Victor Artavia, integrante da corrente internacional Socialismo ou barbárie, foi publicado originalmente no portal Esquerdaweb.com em 24 de maio de 2015. Ele é constituído de três partes: Historia decolonial: uma interpretação essencialista do processo histórico;

Roda Viva

Em meio ao profuso debate em torno da Semana de 1922, assisti, ontem, pela TV Cultura, à entrevista do escritor Ruy Castro no Programa Roda Viva. Em que pese tratar-se de um intelectual que dispensa comentário, pela expressividade de sua

Há 200 anos nasceu Dostoiévski

Há duzentos anos nascia na Rússia Fiódor Mikhailovitch Dostoiévski, autor de obras-monumento, na perspectiva do que definiu como livros incontornáveis o estudioso francês Michel Riffaterre.
De sua autoria, alguns dirão preferir O Idiota, outros Os Demônios. Há aqueles que fizeram de Os Irmãos Karamazóv livro

Os presidenciáveis cearenses

Descrição: Tasso, Ciro e Camilo Santana estão sendo muito lembrados como figuras que podem disputar a eleição presidencial de 2022. Quais as chances e estratégias de cada um deles? Temas paupitantes que são abordados no nosso “análise em foco”!

Clarão momentâneo

Como é próprio dos facínoras e dos loucos, o presidente Jair Bolsonaro não suporta que lhe obstruam o caminho. É de sua índole, como fazem aqueles, ir ao cabo de sua perversidade e estupidez na execução do crime; como estes,

Cataclismo Solar

Acho que o Ciço tá mais que certo com a história de defender o lado do planeta que tem a Pedra da Galinha Choca. Se os foguetes conseguirem mesmo tirar a Terra da rota pra fora do Sistema Solar, eu

Cena Brasileira

De gostar tanto, voltei ao Cena Brasileira, belíssimo livro de Osvaldo Araújo. Evidencio que se trata de um trabalho de personalidade, com a marca estilística de um escritor que transita com notável intimidade pelo delicado território que separa a crônica

Porquê

É única a força que reside no porquê. “Quem tem um porquê enfrente qualquer como”, dizia Frankl. Discordo. Acho que se aguenta quase qualquer como. Há uns que só dão dor de cabeça… é coisa de vira e mexe. O