Arquivos em Tags: jornalismo literário

Benfique-se

Quantos e quantos amores eu tive/tenho em/por Fortaleza? Olha, entre pessoas, lugares, experiências e relances, acho que eu teria que viver mais duas vidas para contar tudo. No entanto, minha memória é péssima, o que provavelmente é aliviante, para você,

É domingo em Fortaleza

É domingo em Fortaleza, lá se vem aquele solzinho acompanhado do frescor que ainda resta, mas não se engane, esse é o anuncio de mais um dia de calor e sol rachando a moleira, assim como são a maioria dos

Mercado de Sinônimos

Pense numa confusão semântica, um abuso de linguagem! Dizem que vivemos numa sociedade de mercado, de mercado livre. 
O mercado subiu.
Desceu o mercado.
O mercado tá quente, tá livre, tá peixe.
O mercado do qual os jornais nos falam todo dia – o

São Sebastião

Acolho os desejosos por tapioca, buchada, sarrabulho e cuscuz, quem vêm a mim antes da badalada das 6h da manhã e antes de deitarem em suas camas e finalmente gozarem o sono dos que aproveitam a noite.
Recebo em minhas madrugadas

Mulheres daqui e dali

“Pai” a gente não venera, “pai” a gente se emancipa e degola.
Mulheres ativas. Assalariadas ou donas de casa.
Mulheres em bancos, em serviços e praças.
E quantas delas trabalham por conta própria…
Mulher Fortaleza, que mantém o emprego depois de casada, ganhos a

O lado de fora – Heliana Querino

 
Quando comecei a pensar em escrever uma crônica sobre ESPAÇO, com este nome, eu revirei meus olhos em interrogação. Sim, haveria algo sobre espaço com que uma não-arquiteta pudesse preencher páginas em branco? 
Ora, eu escreveria sobre meu quarto, minha sala,