Arquivos em Tags: dimas macedo

E o Lau? CLAUDER ARCANJO

— E o Companheiro Acácio, por onde ele se enfiou, Clauder Arcanjo? — indaga-me o amigo Osvaldo Araújo — Não me diga que ele abandonou a trama que traz o nome dele no título: A Razão de Acácio! — espeta-me, Osvaldo.
Cabisbaixo,

PROVÉRBIO – Dimas Macedo

Não há coisas findas
e nem coisas gastas.
Da vida o que fica
é a palavra acesa.
 
E fica o desejo
sempre renovado,
pois todas as coisas
mortas passarão.
 
A imaginação é o que modifica.
Ter opinião é o que menos conta,
já que existe um rio
gravado em nossas mãos.
 
Tudo

ESCUDO – Dimas Macedo

Deus mudou de residência
 
quando eu o procurei no meu corpo.
Eu o quis novamente no cérebro
e ele já se havia plantado na alma.
Ele tinha sossegado o meu busto.
Ele fazia escrituras nos dedos
e acariciava os meus olhos
que viviam completamente tontos de enganos.
 
As

Notícias de Meu Pai – Zito Lobo

  Zito Lobo é pseudônimo pelo qual se tornou conhecido, em Lavras da Mangabeira (CE), José Zito de Macedo, nascido naquele município, aos 29 de novembro de 1922, e falecido em Fortaleza, aos 24 de março de 1987.
  Recolhido na simplicidade da