Arquivos em Tags: cultura cearense

Libélula

A morte, ela transforma.
Faz a carne voltar ao Verbo,
Todo sonho verter ao pó.
Faz da gente, que ficou pra contar história,
Do destino um pequeno detalhe,
Tola criança com medo de dormir só.
É atrevida, um agridoce desatino!
Deixa vinco fundo em página marcada,
Silêncio amargo