Arquivos em Tags: alder teixeira

A luz e a escuridão

Desde pelo menos a segunda metade do século XVIII, mais precisamente nos anos que se seguiram a 1780, quando se pode testemunhar o ápice do Iluminismo e do ativismo do que os alemães chamavam de Aufklärung, isto é, a defesa

Um cidadão brasileiro (II)

Como ocorreria a outros tantos intelectuais e artistas, entre 1964 e 1985, período em que durou a ditadura militar, Caetano Veloso não raro seria considerado de esquerda pelos conservadores, e de direita pelos militantes da esquerda. Incompreendido, jamais abriria mão

A razão de Acácio (II)

Do ponto de vista da estrutura, o romance é extremamente simples: são trinta e nove capítulos curtos, os quais podem ser lidos isoladamente, embora se deva observar que, na contramão do que é próprio do gênero, os finais se mantenham

A razão de Acácio (I)

Em livro clássico, intitulado Fundamentos da Linguística Contemporânea, o semioticista brasileiro Edward Lopes discorre sobre o que define como “função outrativa” da linguagem. Entende-se por isso a capacidade do artista para despersonalizar-se, isto é, desdobrar-se em diferentes personalidades, tornar-se outro

Solidão e Companhia

Quase de uma sentada, li no final de semana Solidão e Companhia, A vida de Gabriel García Márquez, curiosa biografia do autor de Cem Anos de Solidão assinada pela jornalista Silvana Paternostro.
Não se trata, quero evidenciar, de um grande livro, desses que devam figurar

Elogio e traição

Há poucos dias escrevi neste espaço um texto que, de imediato, causou espécie entre amigos e leitores de sólida formação intelectual. Sem meias-palavras, eu dizia do entusiasmo com que via chegar ao comando do Exército o iguatuense Paulo Sérgio Nogueira,

Cena Brasileira

De gostar tanto, voltei ao Cena Brasileira, belíssimo livro de Osvaldo Araújo. Evidencio que se trata de um trabalho de personalidade, com a marca estilística de um escritor que transita com notável intimidade pelo delicado território que separa a crônica