Sensacionalistas baratos, especialistas em enganar e mentir

A Imprensa passou 20 dias falando sobre as atrocidades de Lázaro Barbosa, não deram sossego enquanto o individuo não foi morto.

Apesar de não viver em função de mídia, pude observar que a verdade sobre Lázaro Barbosa não era o que esses falsos poderes midiáticos ficavam falanfo. Chegaram mesmo a afirmar que ele era um serial killer, psicopata.

Meu Deus! Lázaro era tão idiota, que matava pessoas a mando de fazendeiros, isso já mostra, que de gênio ele não tinha nada.

Essa barbárie que vimos é o fruto dessa civilização em decadência, onde muitos aplaudem e ficam felizes com a desgraça humana. Ele era sim, um assassino cruel e sem rumo. Acuado por 280 homens, cada um mais despreparado que o outro, Lázaro conseguiu escapar deles durante 20 dias de busca intensiva, agora imagina se ele fosse um homem realmente preparado em guerrilhas, psicopata, teria matado á todos.

Fico triste sei que tem muita gente grande envolvida nesse contexto, entretanto, somos coagidos a acreditar nesses sensacionalistas baratos, que já são especialistas em enganar e mentir para se promoverem.

Marcos Abreu, é Pastor, Poeta e Escritor.

Marcos Abreu

Poeta, Escritor, Declamador de Poesias, interprete do cancioneiro em MPB e outros gêneros; cronista, contista, romancista. Nascido em Fortaleza-Ceará é autor das seguintes obras: "Poesias de um Poeta Louco"(1995), " Nas Teias da Poesia" (1997)-Editora Passárgada- Pernambuco-Recife "Retalhos Poéticos" Poesia Livro-2000 Cordéis Publicados: " A Revolução Humana" publicado pela Fraternidade Arte e Cultura-2011 " O Rouxinol e a Rosa" Literatura Infantil- Editora Flor da Serra-2016 " A Coisificação da Sociedade na pós-modernidade" " Versos de Ouro" Fecomércio-Senac-Sesc-IPDC Antologias: Poetas da Praça do Ferreira-Editado Pela BSG-Bureau de Serviços Gráficos-Editor- Márcio Catunda-2018 "Amor Música e Poesia" Editor: Antonio Pompeu. Romances: " O Louco e o Estado-Expressão Gráfica-Fortaleza-2019-Edição e Prefácio-Dimas Macedo

Mais do autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.