Senador denuncia: 52% do que pagamos de impostos vão só para os juros

O senador Alvaro Dias (PV-PR) disse em Plenário nesta segunda-feira (10) que o modelo brasileiro de governança continua baseado na prática da corrupção, elevando a carga tributária e esgotando a capacidade de o Poder Público investir em setores essenciais, como segurança, educação e desenvolvimento.

O senador afirmou que a ideia de que “governabilidade deve rimar com promiscuidade” levou ao aumento da dívida pública, ao aparelhamento do Estado e ao loteamento de cargos públicos e por fim resultou na crise econômica enfrentada pela população.

Alvaro Dias observou que, neste ano, 52% do Orçamento da União têm sido destinados ao pagamento de juros e encargos da dívida pública, que deve chegar a R$ 1,7 trilhão. Em 2016, a mesma dívida foi de R$ 1,3 trilhão.

— Enquanto esse sistema de governança prevalecer, o Brasil não vai alcançar os índices de crescimento compatíveis com a sua grandeza e, sobretudo, com a grandeza do seu povo.

Agência Senado

segundaopinião

SEGUNDA OPINIÃO é um espaço aberto à análise política criado em 2012. Nossa matéria prima é a opinião política. Nosso objetivo é contribuir para uma sociedade mais livre e mais mais justa. Nosso público alvo é o cidadão que busca manter uma consciência crítica. Nossos colaboradores são intelectuais, executivos e profissionais liberais formadores de opinião.