Renan Calheiros (PMDB-AL) diz que há crise fiscal também nos Estados

Durante jantar realizado no Palácio do Jaburu,  o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), declarou que o “governo federal precisa cortar despesas e dar eficiência ao gasto público”

Questionado sobre a posição dos governadores do PMDB em relação à elevação da carga tributária,  o senador afirmou que “os governadores estão preocupados com a situação financeira e fiscal dos Estados. Não é para menos. Há uma crise muito grande, há uma preocupação muito grande dos governadores, mas o partido entende que o dever de casa que deve ser feito é cortar despesas, extinguir ministérios, cortar cargos em comissão e só depois pensar em ampliar o espaço fiscal”.

Em relação à possibilidade de elevação de impostos, ele disse que o PMDB não tem uma posição de defesa com relação a necessidade urgente de aumento da carga tributária.

“Essa é uma coisa que mais adiante pode ser discutida, mas há uma preliminar que é o corte de despesa, é a eficiência do gasto público. Isso que precisa em primeiro lugar ser colocado”, ressalta Renan.

 

Franzé de Sousa

Repórter Fotográfico/Videomaker, colaborador do Segunda Opinião.