Professor explica porque a política monetária beneficia os parasitas

Por fim, por que a política monetária é benéfica aos parasitas? Porque não há como deixar de almejar ser rentista nessa Terra Abençoada e aproveitar a farra dos juros reais. Isso é pecado em todas as religiões, inclusive na de esquerda. Elas condenam quem vive ociosamente da renda do capital sem se conformar à labuta obrigatória para todos os despossuídos. Porém, paga-se o pecado fazendo a louvação diária a O Mercado, ente sobrenatural.

Como não se aproveitar dessa vida mansa que não existe em outro lugar? Afinal, nessa Terra da Felicidade para O Capital, oferece-se a oportunidade de viver da maior taxa de juros real do mundo!

O raciocínio é muito simples e formulado de maneira “tréschic” por Thomas Piketty, em seu best-seller “Le Capital auXXIe. Siècle”: r > g, isto é, o rendimento do capital maior do que o rendimento do trabalho leva à concentração da riqueza.

Aqui a taxa de juros real esperada está em 7%aa, ou seja, mesmo que o salário consiga a reposição inflacionária integral, a cada ano, o capital crescerá 7% mais do que ele. Pela Lei do Crescimento Acumulativo, uma taxa de retorno anual superior em alguns pontos percentuais à taxa de inflação, acumulada ao longo de décadas, conduz a uma capitalização muito forte do investimento inicial — contanto que os retornos sejam sempre reinvestidos.

Aqui, entre o final de 2002 e o de 2014, o poder aquisitivo do capital aplicado na taxa de juros (Selic) real elevou-se cerca de 125%. Quem tinha investido R$ 230 mil, no final do Governo FHC, tornou-se milionário no final do primeiro mandato da Presidenta Dilma. E ainda bate “panela-vazia”?!

(Trecho de artigo do professor livre-docente da Unicamp Fernando Nogueira da Costa em www.brasildebate.com.br)

– See more at: http://brasildebate.com.br/politica-monetaria-tarefa-de-sisifo/#sthash.TYRfGR6J.dpuf

segundaopinião

SEGUNDA OPINIÃO é um espaço aberto à análise política criado em 2012. Nossa matéria prima é a opinião política. Nosso objetivo é contribuir para uma sociedade mais livre e mais mais justa. Nosso público alvo é o cidadão que busca manter uma consciência crítica. Nossos colaboradores são intelectuais, executivos e profissionais liberais formadores de opinião. O SEGUNDA OPINIÃO é apoiado pelo MOVIMENTO COESÃO SOCIAL.

Mais do autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.