telmario-mota

Privatização em Roraima II: senador do PTB entra na Justiça contra aumento de 38,5% no preço da energia autorizado pela Aneel

O senador Telmário Mota (PTB-RR) informou nesta segunda-feira (5) ter ajuizado ação popular na Justiça Federal para tornar ilegal o aumento no valor da energia elétrica autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no final de outubro.

Segundo ele, o reajuste de 38,5% é abusivo e, se somado ao que foi autorizado no ano passado, de 35%, fará com que a energia em Roraima fique mais de 70% mais cara em apenas dois anos.

— O que neste país aumentou 70% em dois anos? Nada, a não ser a energia do estado de Roraima. Trata-se de mais um aumento escandaloso, que vai impactar diretamente todo o setor produtivo do estado de Roraima.

Telmário aproveitou para cobrar do governo a interligação do estado ao sistema nacional de energia elétrica.

Ele cobrou do governo também o cumprimento das Emendas Constitucionais 79 e 98, para que seja concluída a incorporação de todos os servidores do ex-território de Roraima aos quadros da União.

Animais

Telmário Mota ainda criticou resolução do Conselho Federal de Medicina Veterinária que define crueldade, maus-tratos e abusos contra animais vertebrados. Ele citou especificamente o inciso 27, do artigo 5º da resolução, que classifica como maus-tratos o estímulo, manutenção, criação, incentivo e uso de animais em lutas.

Na opinião do senador, esse trecho da resolução inviabiliza a criação de animais como os pit bulls e as raças de aves combatentes, muito comuns entre as pessoas que vivem no campo e, consequentemente, prejudica a manifestação cultural dessa parcela da população.

Agência Senado

segundaopinião

segundaopinião

SEGUNDA OPINIÃO é um espaço aberto à análise política criado em 2012. Nossa matéria prima é a opinião política. Nosso objetivo é contribuir para uma sociedade mais livre e mais mais justa. Nosso público alvo é o cidadão que busca manter uma consciência crítica. Nossos colaboradores são intelectuais, executivos e profissionais liberais formadores de opinião. O SEGUNDA OPINIÃO é apoiado pelo MOVIMENTO COESÃO SOCIAL.

Mais do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *