“Poesia Provisória” – Nirton Venancio

Semana passada tive a felicidade de ganhar um presente muito especial, chamado “Poesia Provisória”, do escritor de múltiplos talentos – Nirton Venancio. Que apropria-se da arte de escrever, como uma lavrador que semeia sua terra. Respeitando a pausa do poema, assim como de todo o processo de criação. Descreve cores temporais com maestria. Perceber é uma das palavras-chave da obra, das que nos atentam que o sentido da vida é o próprio ato de sentir. É infinito, o mundo das palavras. Torna-se imortal, quem dentro deste mundo firma seu valor.

Ao falar da solidão: me remete a solidão das metrópoles (repletas de produtos de última geração, pessoas caminhando entre si completamente desconectadas umas das outras, sentindo aquele frio-vazio-saudosista de um fim de tarde que faz lembrar pai ou mãe que já partiu.

Li asas, ouvindo Nina Simone, percebo mais ainda a delicadeza da mímica presente em um dos poemas de Nirton, que transforma a dor em saudade em apenas 5 versos. Em “malogro”, descreve inutilidades urgentes, necessárias, emergentes. Lembrei de Manoel de Barros.

O poeta caminha de mãos dadas com o tempo, transforma “cada dia” em unidade de grandeza. “Lembramos o tamanho do morto e choramos o tamanho que falta”… me fez lembrar que quando o fogo é fátuo, a saudade arde dos dois lados.

Nirton narra a ausência com serenidade, delicadeza e maturidade. Guarda seus afetos no relicário do peito e em seguida os doa, aos seus leitores, aos seus amigos e aos seus amores. Reparte-se em mil e múltiplo de si, descreve a saudade, a distância, a ausência, a solidão, o desalento, e para finalizar… o exílio. Sobre o livro? Dá pra sentir o amor que existe dentro dele.

A poesia é provisória, mas a leitura urgente. Recomendo.

Carolina Capasso

Carolina Capasso

Carolina Capasso é graduada em Letras Português e pós-graduada em Arteterapia Escolar. É apaixonada por Literatura Brasileira, Gramática Normativa e Produção Textual. Integrante do Sarau Casa de Poesia. Publicou seus textos em três antologias poéticas. Recentemente escreveu o livro "Canção do Mar".

Mais do autor

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.