“Idílio” – de Renato Angelo por Heliana Querino

 

 

Olá,  a leitura de hoje é o poema Idílio, de Renato Angelo.

 

 

“E se o tempo escorraça…

O porvir-maravilha…”

Heliana Querino

Heliana Querino

Heliana Querino - jornalista, escritora, pesquisadora, coordenadora de Cultura em SegundaOpinião.jor Um cronópio num mundo repleto de Famas. Metade de minha alma tem quinze, a outra, duzentos anos.

Mais do autor - Twitter - Facebook - LinkedIn

4 comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.