O Poder do Ainda

Num colégio de Chicago, nos Estados Unidos, os alunos tinham que passar em um certo número de matérias. E se não passassem em alguma matéria recebiam uma nota com a seguinte expressão: “not yet” (“ainda não” em português). Achei isso muito interessante pois quando você recebe uma nota baixa e é reprovado em alguma matéria, você cai em desespero e pensa “não sei nada, não vou passar de ano”. Mas se você recebe uma nota “Ainda não” você entende que está em um processo de aprendizagem e que logo irá conseguir a nota exigida.
Como estamos educando nosso alunos?
Para o Agora ou para o Ainda?
Gostaria de usar esse conceito do Poder do Ainda para mudarmos o tom daquela nossa voz interior em relação aos nossos contratempos e fracassos financeiros.
Você pode não estar no lugar em que gostaria de estar com suas finanças… Ainda, ou achar que esse lance de fazer a gestão de suas finanças não esteja dando certo…. Ainda.
Alguns mantras negativos são incorporados no nosso dia a dia. Que tal muda-los usando o Poder do Ainda.
• Não sou bom com essa coisa do Dinheiro… …Ainda
• Não sei como vou pagar minhas contas… …Ainda
• Não consigo começar a poupar… …Ainda
• Não sei como investir… …Ainda
• Não sei como programar minha aposentadoria… …Ainda
Chamo a atenção para o Poder do Ainda em relação a tirania do Agora. Ele funciona como um GPS informando que você ainda não chegou ao seu destino, mas está a caminho.

Marcos Gondim

Marcos Venicius Gondim, consultor empresarial em finanças e planejamento estratégico e mestre em Desenvolvimento Territorial.

Mais do autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.