O Mito da Caverna de Platão I – By Gilmar de Oliveira

Nesta metáfora, Sócrates propõe a  Glauco imaginar  pessoas vivendo acorrentadas numa caverna, desde a infância e impossibilitadas de olhar para os lados e para trás. Na entrada da caverna havia uma grande fogueira e as únicas imagens que os prisioneiros viam, eram reflexos de sombras de pessoas e animais que passavam ante o fogo.

Um dia, um prisioneiro fugiu e descobriu que a realidade era bem diferente do que vira até então. Sombras, somente sombras!

Entusiasmado e cheio de compaixão, sentiu necessidade de voltar à caverna para dizer aos que lá permaneciam,  que enxergavam  apenas reflexos distorcidos da vida real, projetados nas paredes do fundo da caverna.

Não foi levado a sério, sofreu, foi perseguido e morto!

A exemplo das pessoas que viviam acorrentadas e aprisionadas na caverna e que eram impedidas de ter contato com a realidade, a mídia hegemônica (Globo e congêneres) cria fatos e narrativas falsas acorrentando e  colocando pessoas em cavernas. A mídia independente  (TV 247 e congêneres) é a “exit door”, segundo minha ótica.

A ampla compreensão  desse fato alimenta esperanças e dá estratégias humanísticas e poderosas de comunicação a quem saiu da caverna e quer libertar os que lá permanecem.

Essa tarefa é difícil … é um processo lento; a luz causa desconforto e agride a retina de quem viveu na escuridão e sai abruptamente.

Desacorrentar, também causa desconforto e dói. Há de ser devagar … com a força do humanismo.

Ao contrário das armas letais, o livro Nonviolent Communication (NVC como é conhecido) de Marshall B. Rosemberg é uma ferramenta afiada que conduz à libertação. Mandela, Ghandhi e Luther King, usaram-na, libertaram povos e se eternizaram.

Na sua militância política, use a NVC. Ela é a metralhadora da alma,  a bomba atômica do coração.

Gilmar de Oliveira

Gilmar de Oliveira

Gilmar Oliveira é professor da Universidade Estadual do Ceará - UECE.

Mais do autor

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.