Fernando Carneiro (PSOL) reafirma: há, sim, uma indústria de votos, de compra de votos

Fernando Carneiro, vereador (PSOL) sustenta que há uma indústria de votos.

Fernando Carneiro (PSOL) confirmou os termos do pronunciamento do vereador Victor Cunha (PTB) no que diz respeito à compra de votos. “Há, sim, uma indústria de votos, de compra de votos”, afirmou.

De acordo com o vereador do Psol , essa “indústria”, funcionaria da seguinte forma: “Os líderes comunitários são os principais responsáveis por essa prática, pois possuem cadastrados em suas bases eleitorais os nomes, títulos e até a zona eleitoral onde votam seus eleitores. Depois, vendem esse eleitorado para o candidato que pagar ou oferecer favores em troca do voto”.

O parlamentar advertiu que a compra de voto “ocorreu nos dois turnos das eleições, favorecendo, no 1º turno, candidatos a vereador e prefeito. Enquanto no 2º turno, beneficiou o prefeito reeleito, Zenaldo Coutinho”.

Representante do partido enfatizou que as “provas de compra de voto” por parte do prefeito reeleito já teriam sido listadas anteriormente, “como utilização do Facebook institucional em sua campanha e distribuição do cheque moradia às vésperas da eleição”, completou.

 

 

Heliana Querino

Heliana Querino

Heliana Querino - canivete suíço, jornalista, pesquisadora, educomunicadora, coordenadora de Cultura e colunista no SegundaOpinião.jor

Mais do autor - Twitter - Facebook - LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.