Dias cinzas também são úteis

Se tem uma lição que todo ser humano devia aprender era tirar algo bom de situações ruins, pois na maioria das vezes só conseguimos enxergar as nuvens negras, deixando escapar aos olhos o arcos íris que vem depois da tempestade. E como podemos tirar lições de uma Pandemia? Como enxergar cura no meio da morte e da dor? Como aproveitar os dias da quarentena dentro de alguns metros quadrados?

 


 É preciso parar e respirar, resetar a mente de tudo aquilo que te aflige, é hora de desligar a TV, o computador o celular e se ligar ao olhar, ao toque, ao ritmo de outro coração.

 


É tempo de valorizar o que não tem preço, o ar que respiramos, nossa saúde, nossos queridos. É hora de saber que a conta no banco, a cor da pele, o gênero não te fazem melhor em nada.

 


 Como ser humano temos a necessidade de sociabilizar, de ter uma rotina, de ter liberdade, mas em tempo de isolamento, encontre a si mesmo, faça desses dias um momento de auto conhecimento, um momento de reavaliação das suas ações e de como tem encarado essa jornada chamava vida.

 


Pela sua saúde, tire a poeira do tênis e faça exercícios caseiros, pelo seu intelecto, coloque em dia a leitura daquele livro que você nunca terminou, pelo seu paladar, prepare aquela receita que você salvou no Instagram e nunca fez, pelo seu conhecimento, aprenda um novo idioma, pelo sua família brinque com as crianças, e se você morar sozinho procure se ocupar daquilo que te acrescenta e te faz bem.

 

Use a crise para te fazer se reinventar, se avaliar e se tornar alguém melhor, mais forte, e depois que essa tempestade passar você terá aprendido a valorizar todos os dias de sol por causa dos dias cinzentos. Veja o lado bom!

Hadassa Cavalcante

Graduada em Jornalismo, Mãe de dois, Vegetariana,Cristã.

Mais do autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.