depressão-2

Cinco sinais ajudam a identificar depressão no ambiente de trabalho

Depressão no trabalho

Ultimamente, a depressão tem ganhado muito destaque em função da crescente preocupação com as limitações/incapacitações que a doença pode causar às pessoas. A OMS aponta que, até 2020, a depressão será a maior causa de incapacidade no mundo. Programas de qualidade de vida adotados por algumas empresas podem ajudar tanto oferecendo suporte para casos diagnosticados, como através de ações preventivas de promoção da saúde no trabalho. Sendo assim, devemos estar atentos a possíveis sinais, dado que, muitas vezes, são sutilmente incorporados ao nosso modo de ser, camuflando a condição de sintoma, mas que na verdade são indicativos de que a pessoa está adoecendo. Sabemos que não há uma razão única que origine a depressão. Trata-se de uma doença, geralmente, multifatorial. Nesse sentido, sobressai a importância dos fatores ambientais, sobretudo os relacionados ao ambiente do trabalho, e que podem estar potencializando um quadro pré-existente, em estado de latência ou mesmo já deflagrado. No ambiente de trabalho, destacam-se sinais como falta de concentração, desmotivação, diminuição de rendimento, irritabilidade, dificuldade nas relações interpessoais, entre outros.

Os prazos em dia cedem lugar à procrastinação e a criatividade passa a não mais existir. Com efeito, para que haja um diagnóstico seguro para tal desordem é necessário que os sintomas satisfaçam os critérios estabelecidos pelo Manual de Diagnóstico e Estatística de Transtornos Mentais (DSM-5). Em sendo diagnosticada a depressão, em alguma de suas várias modalidades, é necessário iniciar tratamento para se evitar o agravamento do quadro, que pode levar a sérias consequências para a vida laboral e social do paciente, podendo chegar, no extremo, até mesmo ao suicido. Portanto, é preciso estar atento aos sinais desde cedo. Iniciar o tratamento antes de um agravamento de cenário tende a assegurar a melhor eficácia das estratégias terapêuticas e aumenta o nível de sucesso nas respostas e a recuperação da qualidade de vida.

Alice Tozzi

Alice Tozzi

Psicóloga formada na UNICAP em Recife. Formação em Psicoterapia breve-focal, Neuropsicóloga e Pós Graduada em Psicodiagnóstico. Psicoterapeuta de crianças, adolescentes e adultos. Avaliação Neuropsicológica e Psicodiagnóstico. Assessoria Educacional. Contao: [email protected]

Mais do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.