DEIXA ISSO PRA LÁ

Ontem, dia dos namorados, vi na TV algumas personalidades apresentando seus amores.

Havia casais de todo tipo. Homens mais jovens com mulheres mais velhas, mulheres mais jovens com homens mais velhos e casais do mesmo gênero em igual situação. Amor, relacionamento, era o foco desse quadro do programa que eu assistia. Pelo menos, por alguns minutos, o assunto devastador e tóxico que deprime e mata não veio à baila.

Mas, enquanto as línguas não falavam de doenças e mortes, as mentes julgavam as alianças de amor apresentadas e os dedos apontavam para os tipos de casais.

Lembrei-me da conversa que tive, há anos, com uma grande amiga, extrovertida e autêntica, para alguns, exibida e irreverente.



Ela me falou: – bem cedo eu saí de casa e fui morar com uma amiga. Meus familiares acharam que eu era lésbica; quando um dia pelei a cabeça, falaram que eu era louca; engravidei e me classificaram de prostituta. Só sei que nunca dei ouvidos para essas conversas, nunca tive depressão, sou livre, independente e vivo feliz com meus filhos e meu marido que, segundo dizem, é louco também.

Freud diz que tudo na vida é sexo. Eu acho que ele tem razão. Minhas referências íntimas confirmam essa premissa. Quando bem pequeno eu já pensava em me casar e constituir uma família Igual a minha – grande e unida.

Imaginando bem, tudo que fiz ou deixei de fazer até o presente, foi pensando em atingir esse objetivo.

O sexo é o dínamo do amor. Siga a sua orientação sexual e case com quem você quiser, do jeito que você quiser. Tenha a liberdade como o valor maior. A vida é sua e as escolhas também. Os humanos são divinos e maravilhosos, mas deixam de sê-lo quando pautam suas vidas pelas opiniões alheias.

Já imaginou a triste possibilidade de não viver a sua vida?

Não faça isso! Seja um Jean Willys e cuspa na cara de quem criticar as suas opções, quaisquer que sejam. Entre também no embalo da canção do saudoso Jair Rodrigues: – Deixa que digam / Que pensem / Que falem / Deixa isso pra lá / Vem pra cá / O que que tem?

Gilmar Oliveira

Gilmar Oliveira, Professor Universitário.

Mais do autor

Gilmar Oliveira

Gilmar Oliveira, Professor Universitário.