Da tempestade em copo d’água para o banho de sangue

(Trecho final de artigo de Fabio de Oliveira Ribeiro, publicado em  www.jornalggn.com.br)

 

…palavras de Maquiavel que li em 1985 e reli várias vezes desde então.

“Os que, por deliberação errônea ou por inclinação natural, se afastam dos tempos em que vivem, são geralmente infelizes, e condenados ao insucesso em seus empreendimentos: o êxito coroa aqueles que se ajustam ao seu tempo.” (Comentários sobre a Primeira Década de Tito Lívio, Maquiavel, editora UNB, 3ª edição, Brasília, 1994, p. 332)

É um erro acreditar que o PT pode ser destruído com a prisão de alguns empresários que lucraram durante os governos Lula/Dilma. Infelizes serão aqueles que acreditarem que podem aterrorizar homens poderosos acreditando que eles renunciarão ao seu poder ou não o utilizarão tudo que tem à sua disposição (cabedal, influência, poder político, etc…) para vingar ultrajes que certamente consideram injustos. A Justiça Federal pode até mandar prender petistas  – salvo raras exceções, eles se enquadram no perfil das vítimas tradicionais do Judiciário brasileiro – algo muito diferente é meter a ferros aqueles que nunca sequer sonharam ser presos. Homens que estão acostumados a mandar podem comprar liberdade, fidelidade e vingança.

A Lava Jato afeta os interesses soberanos do Brasil e já entrou no foco do Ministério da Defesahttp://politica.estadao.com.br/noticias/geral,ministro-diz-que-investigacao-da-lava-jato-trara-turbulencia,1642758 . A criminalização das construtoras que realizam obras importantes para as Forças Armadas http://www.conversaafiada.com.br/economia/2015/06/25/moro-brinca-com-fogo-a-defesa-nacional/ deveria causar mais temor do que felicidade nos inimigos do PT.

De Sanctis quase foi expulso da Justiça Federal porque ousou prender um banqueiro (um pequeno banqueiro se comparado aos donos do Bradesco e Itaú, por exemplo). Ele resistiu e foi anulado por uma promoção. Num órgão Colegiado os votos de De Sanctis tem valor menor do que suas decisões impactantes quando era Juiz de primeira instância. Sérgio Moro “por deliberação errônea ou por inclinação natural” provavelmente acredita ter feito a coisa certa. Em breve veremos quão certo ele realmente estava. A tempestade que ele provocou num copo de água pode inundar o Brasil de sangue.

segundaopinião

SEGUNDA OPINIÃO é um espaço aberto à análise política criado em 2012. Nossa matéria prima é a opinião política. Nosso objetivo é contribuir para uma sociedade mais livre e mais mais justa. Nosso público alvo é o cidadão que busca manter uma consciência crítica. Nossos colaboradores são intelectuais, executivos e profissionais liberais formadores de opinião. O SEGUNDA OPINIÃO é apoiado pelo MOVIMENTO COESÃO SOCIAL.

Mais do autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.