COR E BRILHO

Quem guarda a memória
Da cidade?
A saudade?
E a memória das casas
As asas do pensamento
A lembrança dos avós
Quem leva e trás é o vento
Os laços de nós

As cores mostram o tempo
Os cabelos brancos, o sorriso
O olhar, o sentimento impreciso
A cor reluz e desbota
A gente quase nem nota …

Nos olhos do avô
Todo o amor mostra o brilho
O trilho do tempo
O filho, o neto, o bisneto
O tempo não é reto
Roda mundo, roda gigante

O tempo num só instante
Mostra todo movimento
Quando olhas nos meus olhos
Com o melhor dos sentimentos

24/05/2024
Dora de Paula

Dora de Paula

Maria Auxiliadora de Paula Gonçalves Holanda, doutora em educação-UFC, mestre em Educação-UnB, Arteterapeuta- Instituto Aquilae, escritora e compositora.