“Chappie” e a consciência hipodérmica, por Wilson Ferreira

(Trecho de resenha do filme “Chappie”, publicada em www.jornalggn.com.br)

Consciência e a agulha hipodérmica

Para a crítica especializada, o grande problema com o roteiro do filme diz respeito ao amadurecimento de Chappie, retratado de modo atropelado: num momento inicial a máquina só diz papai e mamãe; no outro já começa a demonstrar senso comparativo e filosófico.

Mas, olhando com mais cuidado as cenas do aprendizado de Chappie onde o seu amadurecimento parece evoluir de acordo com a mudança do tom de cada cena (maternal, violento, irônico, infantil etc.), talvez o problema não esteja no roteiro mas no conceito de consciência com o qual trabalha Neil Blomkamp – uma consciência, por assim dizer, “hipodérmica”.

A metáfora da agulha hipodérmica vem da chamada Teoria Hipodérmica do teórico da comunicação Harold Laswell (1902-1978) onde, baseado a psicologia comportamental, acreditava que a mídia funcionasse como uma agulha que injetava estímulos em receptores passivos cujos  comportamentos seriam imediatamente moldados. Essa teoria baseia-se na tese da psicologia comportamental de que a consciência humana nada mais é do que uma massa moldável a partir de estímulos externos. Uma massa disforme (ou um “golem”) que apenas ganha vida e significado a partir de estímulos repetitivos ou códigos.

A cena chave do filme é quando Chappie está diante de um aparelho de TV e vê a animação do He-Man. O robô tenta imitar os gestos e falas do personagem, assim como mais tarde tentará imitar os trejeitos do trio de bandidos e andar como um gangster ou rapper.

Osvaldo Euclides de Araújo

Osvaldo Euclides de Araújo tem graduação em Economia e mestrado em Administração, foi gestor de empresas e professor universitário. É escritor e coordenador geral do Segunda Opinião.

Mais do autor

Osvaldo Euclides de Araújo

Osvaldo Euclides de Araújo tem graduação em Economia e mestrado em Administração, foi gestor de empresas e professor universitário. É escritor e coordenador geral do Segunda Opinião.