Sobre Rui Martinho

Doutor em História, mestre em Sociologia, professor e advogado.

O DEBATE CIENTÍFICO

A história da ciência é marcada por embates, não raro apaixonados e pouco científicos. Max Karl Ernest Ludwig Planck (1858 – 1947) teria dito: a ciência avança funeral a funeral. Exéquias de teorias e modelos ou de cientistas? A escola

Quem governa

Quem nos governa? Antônio Delfim Neto disse que ministro faz discurso, mas o poder é exercido do terceiro escalão para baixo. Examinando material de um treinamento  de pessoal de órgão público, vi que o conteúdo era contrário ao pensamento do titular da casa, que

UTOPIAS E DISTOPIAS

Éramos o país do futuro. Campeões de crescimento econômico. A transferência de mão de obra do campo para a cidade e a dinâmica demográfica, população jovem crescendo aos milhões todos os anos, esperança na escolarização e no aproveitamento dos recursos

O GRANDE LABORATÓRIO

O crime se fortalece. Países desenvolvidos, com tradição de ordem, como o Japão, não conseguem desbaratar o organizações criminosas como a Yakuza. Os EUA têm inúmeras facções desta natureza, Rússia, Itália, Guatemala, México, são exemplos disso nas democracias como nas

NO REINO DO CRIME

Temos crimes de colarinho branco, praticado por pessoas escolarizadas, de renda alta e elevado grau de escolaridade. Temos crimes grosseiros, de pessoas menos escolarizados e de baixa renda. Quem apresenta o crime como produto da pobreza não nega os crimes

Os ciclos da História

A política sofre o efeito da disputa cíclica entre Crono e Chronos. Transformações históricas rápidas modificam os significados. Desorientam. Ressignificar ajuda a sofismar. A filosofia da linguagem e a semiologia da comunicação ensinaram a influenciar e deram o antídoto contra isso. Ferdinand

CRISES E CRISES

Temos grave crise sanitária, econômica, política e institucional. O mundo vive problemas sanitários e econômicos de modo diverso, mas preocupante. As relações políticas entre as nações estão se agravando, aproximando-se de impasses, seja EUA versus China; entre membros da União

AS PALAVRAS E AS COISAS

Palavras têm sido consideradas por uns como naturalmente ligadas ao que designam. Outros consideram-nas meramente convencionais. Platão (428 – 348) reconheceu o convencionalismo, já que os vários entes podem receber nomes diversos. Mas defendeu a reserva da intelegibilidade da linguagem.

ERRO OU MAQUIAVELISMO

O deputado Márcio Moreira Alves (1936 – 2009) pronunciou um discurso agressivo contra os militares, em 1968, que deflagrou uma crise cujo desfecho foi a decretação do AI – 5. Anos depois um filho de um político que teve grande

Uma perda essencial

A gênese da democracia guarda relação com a substituição da força pelo diálogo. O reconhecimento da existência de impasses insuperáveis pela razão exige algo mais. A incomunicabilidade dos paradigmas (Thomas S. Kuhn, 1922 – 1996) decorre dos diferentes pressupostos e

A grande tormenta

Temos uma crise sanitária, a A economia mundial não vinha bem. e o impacto da pandemia nas atividades econômicas é arrasador. A arrecadação dos governos cai e os gastos públicos crescem. O mundo acordou para a dependência de bens industriais